Posts

Showing posts from February, 2008

SAL

Image
René Magritte: seducer
*..*.
.*

SAL- michèle sato -
Mares
de brumas
que não apagaram
a dorem sal
E um barco
a deriva
no mastro
a marcade sal
dades
(ago07)*..*..
.;*

CONNECTIVE TISSUE

Image
My friend Joshua had created an image especially to me write on it. I tried to do my best an I am publishing his reply because I think it is another poem!
http://mythfits.deviantart.com/art/connective-tissue-71002485 *..*.
.* Mimi!You have taken the spirit higher! Thank you so much for these magical words from the heart of the forest. I can hardly believe that I have had the opportunity to make this creation with you. The layers of meaning in the process of our collaboration, the geography of our communication, the synchronicities of our interests, and the poetry of the art itself, all converge on a new face, for a new time, in a new world of "lasers in the jungle somewhere... " Her drama moves through us in acts of myth, memory, mirror, mask, and meaning. Our revelation is her unveiling. She paints through our hands, speaks through our voices, and we weave the connective tissue of wonder and delight with these simple arts.
Each of the separate sections, the acts, of your poem pr…

MICOTA

Image
Tudo era uma lenda no Pantanal de Mato Grosso, sobre uma bela mulher negra com seu amor impedido por uma sociedade racista. Esta é a origem do nome da Baía Mariana, em Mimoso, local de nascimento do Marechal Rondon. Até que encontrei o Ivan e assim realizamos uma pesquisa e uma poesia, que para além de mitologia, trouxe a vida de sua bisavó, Micota.


Foto de João Carlos Gomes (águas do Pantanal), levemente modificada em photoshop
*..*.
.*

MICOTA -- Ivan Belém & Michèle Sato --
A poesia nunca é abstração
nasce no ambiente vivido
no movimento dos astros
no som dos trovões
no canto dos pássaros
na magia das águas
A paixão é sempre construção
no ambiente protegido
no movimento das lutas
no som das vozes
no canto dos riscos
na magia das cores
(january08) *..*.
.*

BEIJA-MULHER

Image
Déa, minha doce amiga, me fez uma belíssima homenagem, desenhando uma "mulher-beijo" surrealista: http://deaferraz.blogspot.com/

Emocionada, tentei responder-lhe com meu texto.
*..*.
.*

BEIJA-MULHER imagem: Andréa Ferraz
texto: Michèle Sato

na escuridão da imaginação
a asa voa na música noturna
andante assai
molto vivace

entre o esplendor da beleza
o tremor da delicadeza
voam as notas
rimam linguagens

as folhas dançantes
trazem a mulher da noite
resvalam os sonhos
beijam os pássaros
na viagem ao mundo
o poder da música noturna
opus allegro
finale cantabile

(february08) *..*.
.*

A NINFA E O VENTO

Image
Signo de libra, filha de Iansã, louca por Magritte e filósofa! Tudo leva a crer que o elemento ar pensamento faz parte de minhas identidades e cosmologias.
http://deaferraz.blogspot.com/
*..*.
.*
A NINFA E O VENTO imagem: Andréa Ferraz
texto: Michèle Sato
Brisa esvoaçante
na saudade de espuma
nuvens de algodão-doce
canto do vento
feminino ar pensamento
sonho em ninar
a esperança frenética
a ninfa do bosque
poesia de acalento
mulher
brisa
movimento
(february08)
*..*.
.*

PIANO & PINTURA

Image
Um poema-história, escrito com minha amiga Virgínia.Um brinde à vida, paixão e espectros musicais de Chopin na pintura surrealista francesa!
http://alemmarpeixevoador.blogspot.com/

Imagem de Julien (wonder of you)
http://jumaxotl.deviantart.com/

Merci beaucoup, cher ami Julien!
*..*.
.*
PIANO & PINTURA -- Michèle Sato & Virgínia Além Mar --
róseos mistérios
segredos como sumo rubro
perfumes de orvalho
noite que se propaga
do escudo que protege o frio
a lareira em chamas buscava
corpos em chama na taça
aromas que o vinho exalava
os embriões do futuro soavam
no piano de Chopin
na pintura francesa
ou na praia que a areia vazava
mas a lâmina fria cortou o ar
deixando que o sereno frio
abandonasse o destino
na renúncia da entrega
e a memória revive o instante
e aprisiona a reminiscência
de espectros mágicos
que a alma não apaga

(february08) *..*.
.*

MANOEL DE BARROS

Image
MANOEL DE BARROS =o@ ... Michèle Sato ... @o=
O caracol de Manoel de Barros
vive os cristais escorregadios,
as pedras duras
e o revoar de borboletas.

Ele constrói a travessia,
entre rios transbordantes
e areias esvaziadas,
para ir além de sua dor
e florejar na educação ambiental. *..*..
.;*

THE BOOK DEVOURER

Image
My thanks to Bernard, a nice friend


THE BOOK DEVOURER

Exquisite Corpse: Bernard Dumaine & Lee Anne Raymond
http://bernardumaine.deviantart.com/art/Book-devourer-69621169
*..*.
.*
I can be the light and to be the darkness
could be a frozen or only a melted poison
in the famous avenue or in the marginal street
painting for magic or merely work to eat


My pleasure for devouring souls
is understand sexual desires by theories
could be a loving body or just a solitary corpse
being the perfume or entirely pain of love


Mechanical eye looks for a name
asymmetrical skull wonders for poems
unfinished mouth searches for organs
the whole body flourishes into orgasm


But I am just a surrealist passion
devouring books of philosophy…
(Mimi, November07) *..*.
.*