Friday, 18 May 2012

identidade - MIA COUTO


identidade

~ por Mia Couto


Preciso ser um outro 
para ser eu mesmo 

Sou grão de rocha 
Sou o vento que a desgasta 

Sou pólen sem insecto 

Sou areia sustentando 
o sexo das árvores 

Existo onde me desconheço 
aguardando pelo meu passado 
ansiando a esperança do futuro 

No mundo que combato morro 
no mundo por que luto nasço 

Mia Couto, in "Raiz de Orvalho e Outros Poemas"


1 comment:

Eliana f.v. - Li Andorinha - said...

Tão precioso quanto a Mimi!
Te vejo nesse poema minha Amiga poetinha muito amada!
Adoro passear por aqui...pois aqui
encontro a arte que faz minha alma
voar na mais pura alegria!

beijinhos todos com carinho imenso...
da Li que te adora...