Wednesday, 26 March 2008

CARACOL ECOLOGISTA

(Publicado na revista SINA, nov07)

*..*.

.*

CARACOL ECOLOGISTA

(Texto e imagem de Michèle Sato)


Será o ambiente…

uma paisagem da geografia;

uma vida da biologia;

uma práxis da pedagogia;

e um olhar da filosofia,


Lá, onde o azul toca o verde

na poeira das estrelas
e no cheiro das gramíneas

uma lenda se move e um mito se abre

na estação propícia que a terra acaricia


Diálogos Fecundos, Espontâneos, Mágicos...


No aceitar a pressa

para florescer no ócio

na sensível escolha

que amanhece sem teto

e adormece sem chão

no tempo que vaza

na incerteza do alicerce

na memória do amor


Assim o Caracol caminha

protegido em sua dureza

sorrindo em sua moleza

para que o ardor da promessa

seja o acalento da esperança

*..*.
.*

6 comments:

Anonymous said...

Viva o carocol ecologista caminhante, que sem desistir ruma na direção da esperança!!!!!

bjus
imara

Michèle Sato said...

VIVA!!!!

grata pela presença, doce Ima
não só por aqui, mas na minha vida.

TE ADORO
beijocas
*

Eliana f.v. - Li Andorinha - said...

Ai Mi, estou fazendo a festa
por aqui que delicia viu rsrs
Mi que inspiração PRECIOSA a tua!!
Estou nesse poema-imagem sem
querer sair...e cada vez mais
convencida que esse caracolzinho
ecologista é vc minha ADORADA POETA
deixando um rastro translucido do
teu amor-esperança por onde passa
contagiando todos com tua sensibilidade LINDA

Que alegria que fico quando sei de
alguma obra tua publicada minha
Poeta FAV.
E muito emocionada...
Também não canso de agradecer por ter vc presente em minha vida...
minha amiga irmã para sempre AMADA

beijinhos te envolvendo com meu carinho

Michèle Sato said...

então, minha amiga... nem eu sabia que conseguia criar u=imagens tb, achei q só brincava, mas hj percebo que consigo criar...

bãodimais isso...
os franceses surrealistas q se cuidem - ahsuahhauha

um beijo querida!
beijos surreais
*

Anonymous said...

Mimi querida
Me conta a razão desta sua paixão por Caracol? Interessante ler suas poesias, pois ele está muito presente, hein Mimi?
Abraço apertado do Adriano

Michèle Sato said...

Sabe Dri, o formato espiral é filosoficamente muito denso pra se responder assim num blog, mas ele se assemelha à dinâmica pós-moderna contra a linearidade. Algo que balança entre idas e voltas, incabado fenomenologicamente, incompleto.

o símbolo do dadaísmo (círculo) veio da casinha do caracol, e este movimento esteve entrelaçado com o surrealismo, de apreciar coisas que ninguém gostaria, dando vazão e autorização aos sonhos.

manoel de barros, influenciado pelo surrealismo, escreve sobre uma personagem Caracol, que tem vida própria, movimentos... "caracol é solidão que anda na parede".

poderia levar horas te respondendo, mas resumindo é marromeno isso...

Grata pela visita Dri, adoro vc
*